27 Outubro, Terça, 2020
A- A A+

Passe gratuito do idoso volta a valer nesta quinta (1); Saúde testa os profissionais do transporte coletivo para Covid-19

 

Cerca de 7.7 mil idosos utilizam o benefício mensalmente; 235 motoristas, cobradores e agentes de fiscalização estão passando por testagem sorológica
sanitização noturna terminal.jpg

 

A partir desta quinta-feira, dia 1º de outubro, a gratuidade ou de isenção de tarifas do transporte público coletivo municipal, urbano ou rural às pessoas com idade igual ou superior a 65 anos volta a valer no município. Araraquara possui atualmente 14.692 idosos cadastrados no passe gratuito atualmente e, destes, cerca de 7.7 mil utilizam mensalmente o benefício.

Desde o último dia 13 de abril, em decorrência da pandemia da Covid-19 e considerando que os idosos fazem parte do grupo de risco da doença, o Comitê de Contingência do Coronavírus do Município decidiu suspender o benefício, reforçando a necessidade do isolamento social desta faixa etária.

A retomada do passe gratuito para os idosos ocorre quase seis meses depois, mas ela será concedida somente entre 9 e 16 horas, de segunda a sexta-feira. Há aos sábados, domingos e feriados, a gratuidade vigora durante todo o período em que o serviço estiver disponível.

 “O Comitê de Contingência decidiu estipular essa restrição de horário, durante a semana, justamente para evitar que esses idosos circulem no transporte coletivo nos horários de pico. Por isso, é importante destacar que antes das 9 horas e depois das 16 horas, a gratuidade para idoso estará suspensa. O sistema não vai aceitar o cartão”, explica Eliana Honain, secretária municipal da Saúde e coordenadora do Comitê.

Ela enfatiza ainda que, para essa retomada, está sendo intensificado o protocolo sanitário com ações de prevenção do contágio da Covid-19, implementadas no Terminal Central de Integração, nos ônibus e nas empresas de transporte desde o início da pandemia. Além, os profissionais estão sendo testados.

“Mesmo com todas as medidas preventivas, é sempre importante lembrar que os idosos são um dos grupos mais vulneráveis à doença e às suas complicações. Por isso, eles só devem sair de casa se for realmente necessário. Estamos levando em conta que muitos deles, após seis meses de pandemia, precisam sair para uma consulta médica ou para buscar um medicamento, enfim, casos de relevância. É importante se manter isolado porque o vírus continua circulando, mas se tiver que sair para casos extremos, que seja fora do horário de pico, utilizando máscaras e respeitando o distanciamento de outras pessoas”, alerta Eliana Honain, secretária municipal da Saúde.  

MEDIDAS PREVENTIVAS COM TESTAGEM DOS PROFISSIONAIS

Várias medidas preventivas já foram adotadas ou estão sendo implementadas para garantir a segurança dos usuários e funcionários do transporte coletivo. Entre elas, a Prefeitura Municipal iniciou, nesta segunda (28), a testagem gratuita do Covid-19 para todos os 235 funcionários do transporte público coletivo urbano, entre motoristas, cobradores e agentes de fiscalização.

O teste sorológico gratuito será realizado até 6 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 09h30, na Secretaria da Saúde de Araraquara.
“Com os testes, vamos poder avaliar a realidade da pandemia na categoria, proteger vidas e nos assegurar das medidas de segurança já aplicadas”, explica Nilson Carneiro, presidente da Controladoria dos Transportes de Araraquara (CTA) e coordenador municipal de Mobilidade Urbana.

Ele enfatiza que um protocolo sanitário vem sendo cumprido no transporte público desde o início da pandemia do novo Coronavírus, com ações que incluem sinalização de distanciamento nas plataformas; dispenser de álcool em gel nas áreas de circulação comum de acesso aos usuários e funcionários; higienização diária e constante nos banheiros do TCI e nas áreas internas dos coletivos durante as passagens pelo Terminal, incluindo catraca, balaustre e assentos, além da manutenção da higienização periódica completa nos ambientes de uso comum do TCI, com limpeza noturna.

Também serão mantidas ações de orientação através de panfletagem e constante distribuição de máscaras de proteção, aferição diária de temperatura dos funcionários e instalação de cortina plástica de proteção ao motorista.

Desde o início da pandemia, a Guarda Civil Municipal atua na fiscalização e orientação do uso de máscara de proteção.

Este protocolo sanitário, ainda de acordo com Nilson Carneiro, foi elaborado pela CTA, juntamente com as empresas que prestam o serviço na cidade, com base nos protocolos do Ministério da Saúde e Anvisa, bem como Decretos Municipais e Estaduais, com suporte da Vigilância Sanitária da cidade nas ações de contenção e prevenção ao Covid-19.

 

Banner_Vale_Transporte

Banner_NovoCard

Banner_Cat

Banner_HoraBus

Banner_Prefeitura

Banner_SeuOnibus